Isabela Neves

Isabela Neves

O bicho da seda e a borboleta

O bicho da seda e a borboleta

Moradas ou Castelo interior é mais do que um livro da Santa e Doutora da Igreja, Teresa de Jesus. Com este símbolo do Castelo retrata-nos traços do mistério da relação do homem com Deus. Porque o homem é capaz de Deus, as portas que Santa Teresa nos ajuda a abrir franqueiam-nos a possibilidade de entrar dentro do nosso Castelo Interior e aí construir uma verdadeira história de amizade «com Quem sabemos nos ama».

O bicho da seda e a borboleta

O bicho da seda e a borboleta

Moradas ou Castelo interior é mais do que um livro da Santa e Doutora da Igreja, Teresa de Jesus. Com este símbolo do Castelo retrata-nos traços do mistério da relação do homem com Deus. Porque o homem é capaz de Deus, as portas que Santa Teresa nos ajuda a abrir franqueiam-nos a possibilidade de entrar dentro do nosso Castelo Interior e aí construir uma verdadeira história de amizade «com Quem sabemos nos ama».

Olhar o Invisível

Olhar o Invisível

Este Claustro, onde ora nos encontramos, dá-nos a liberdade de partilhar das mais lindas parábolas e imagens de que os sábios e santos se servem para nos falarem de realidades inefáveis, cultivadas no silêncio contemplativo da intimidade com Deus.

A parábola do jardim

A parábola do jardim

Ó que belíssimo Claustro, estimados amigos, onde nos voltamos a encontrar! Desta vez para escutarmos Santa Teresa de Jesus numa parábola sobre a oração. Vamos recorrer ao Livro da Vida, que é a sua primeira obra de literatura espiritual, e descobrir que mais que uma...

O fogo e o madeiro

O fogo e o madeiro

Nem toda a mensagem, e menos ainda a mais sublime, a que nos fala das realidades mais elevadas, se pode dizer sem recurso a uma nova linguagem e, por vezes, sem recorrer ao paradoxo. É o caso da mística de São João da Cruz, nosso pai. São João da Cruz, grande poeta e...

A águia e o passarinho

A águia e o passarinho

De como um pequenino passarinho (e não uma águia robusta e ágil) nos ensina a confiança e a esperar na misericórdia de Deus. É Santa Teresinha quem no-lo diz a partir da sua experiência pessoal. Entramos de novo no Claustro, este grande convento habitado pela...

Qual veado sequioso

Qual veado sequioso

Neste claustro, onde uma vez mais nos encontramos, vamos partilhar uma breve reflexão sobre o Cântico Espiritual de S. João da Cruz, místico carmelita e doutor da Igreja que nos deixou, entre outras, esta belíssima obra. Nosso pai e príncipe dos poetas espanhóis glosa...

Uma porta para o interior!

Uma porta para o interior!

Peço licença para entrar neste Claustro tão especial para partilhar convosco algumas das preciosas Parábolas do Carmelo. Elas foram geradas no Claustro, na Capela ou noutro espaço singular dos conventos dos nossos mestres carmelitas mais do passado ou mais do...